Please reload

Arquivos
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
Siga-me

Se quiser conversar, tirar dúvidas ou me mandar perguntas, estou à sua espera logo aqui: ninanhaia@gmail.com

Contato

Sunshine Coast, Byron Bay e Gold Coast - RoadTrip

January 31, 2017

Já que estamos na Austrália estamos aproveitando para conhecer o máximo de lugares possíveis por aqui antes de voltar para o Brasil.

Optamos por não trabalhar aqui justamente para ter tempo e flexibilidade de horários para conseguir visitar algumas cidades. Viajar é bom, mas você acaba gastando muito dinheiro, então como sabíamos das viagens economizamos dinheiro no brasil para poder realizar esse sonho de conhecer a Austrália.

 

Programamos essa viagem de final de ano e férias do curso de inglês para o outro lado de onde estamos. Dessa vez queríamos conhecer Gold Coast, Sunshine Coast, Byron Bay e Whitesunday Island e fizemos um roteiro de 2 semanas chegando em Brisbaine (voo direto de Perth) e dirigindo para os demais lugares de carro.

 

Infelizmente acabamos alugando um carro normal e nos arrependemos um pouco disso, porque tivemos que alugar um Flat barato para passar as noites em Brisbaine, que fica no meio do caminho e todos os dias dirigir até os lugares ida e volta o que ficou muito cansativo. Se tivéssemos feito igual fizemos quando viajamos ao Sul de carro e Camping teríamos aproveitado muito mais além de ter economizado um pouco também.

 

Separamos o roteiro da seguinte forma:

2 dias Sunshine Coast (2h30 de carro saindo Brisbaine)

1 dia Byron Bay (3h00 de carro saindo Brisbaine)

2 dias Gold Coast (2 horas de carro saindo Brisbaine)

4 dias em WhiteSundays – O caminho até Whitesundays foi o mais longo totalizando 12 horas dirigindo na estrada saindo de Brisbaine, então tivemos que quebrar tanto a ida em dois dias e na volta fazer o trajeto direto, doze horas de estrada não foi brincadeira, mas no final valeu muito a pena.

Foto acervo

 

Do roteiro todo o lugar que mais gostamos foi em disparado Sunshine Coast na praia de Noossa e com toda certeza voltaremos em breve. O que menos gostamos foi Gold Coast, por incrível que pareça. (não me matem)

Sinceramente para mim as expectativas do lugar não foram as esperadas e achei o lugar muito comum nada diferente de outros lugares que eu conheço. É claro que fomos em época de final de ano e tudo estava muito lotado, mas na minha opinião as praias são super comuns e não tem muita coisa de especial. Bonita sim, mas não a mais bonita que visitamos em toda a Austrália.

 

Como tivemos pouco tempo em cada uma estipulamos um roteiro de cada cidade de quais lugares queríamos visitar e inclusive quando estava programando recebi ótimas dicas via Instagram. E vou colocar abaixo o que fizemos em cada lugar:

 

SUNSHINE COAST

 

Recebemos a dica de visitar a Noosa heads Beach localizada na cidade de Sunshine Coast. A cidade é uma delícia, bem veraneia, muitos restaurantes e bares a beira da orla e o mais legal quase todo mundo com pranchas de surf (crianças, jovens, adultos homens e mulheres). As ondas por lá quebram perfeitamente então é um lugar muito propício a pratica de surf.

 

Quando estivemos por lá aproveitamos um pouco da praia principal, ela é linda e bem extensa, porem achamos um pouco difícil de estacionar e ela estava bem cheia, então acabamos ficando pouco tempo por lá (lembrando que estávamos em época do ano novo e tudo estava completamente lotado.)

 

Dessa forma acabamos optando por fazer o passeio de Noosa National Park e explorar um pouco erra área e sinceramente foi a melhor escolha que poderíamos fazer. Existem 4 trilhas diferentes para se fazer dentro do National Park, escolhemos seguir pela trilha que beira a costa.

 

Durante o passeio existem diversos pontos com alguns observatórios para você aproveitar a vista. Quando estivemos lá conseguimos enxergar golfinhos e muitas arraias passeando pelo mar, bonito de ver. Na trilha também existem algumas praias pequenas e maravilhosas, ficam escondidinhas por trilhas e o melhor, sem muitos turistas. Eu sou muito a favor de explorar e visitar os lugares ao lado dos pontos mais conhecidos, as pessoas acabam sempre ficando nos lugares mais famosos e que são cheios e acabam não descobrindo esses lugares fora do comum e que valem muito mais a pena a visita.

 

Andamos por cerca de 30 minutos na trilha até chegar em um ponto onde tinham algumas piscinas naturais entre algumas pedras próximas ao mar, aproveitamos para ficar por lá e refrescar um pouco. O lugar é uma delícia com o visual incrível e foi superdivertido, uma das piscinas era bem funda então pudemos brincar de se jogar das pedras no mar, foi ótimo.

 

Se você vier a Noosa não deixe de fazer a trilha beirando a praia, realmente é um ponto que vale muito a pena fazer e com toda certeza um lugar inesquecível. O total da trilha é de mais ou menos 1h30 dependendo das suas paradas e chegando ao ponto final é possível pegar um, ônibus de volta ao ponto inicial ou trilhar fazendo o retorno por outra trilha que existe.

 

As outras trilhas não tivemos a oportunidade de fazer, como não tínhamos muito tempo acabamos deixando passar. Essas trilhas são mais fechadas, passam por dentro do National Park então é possível encontrar alguns animais como os Koalas.

 

Na volta da trilha fomos jantar em um Burger bem famoso em Nossa, Bettys Burger e foi um dos melhores sanduíche que eu já comi na vida. O lugar é bem disputado então é capaz de você pegar uma leve fila para sentar, mas vale muito a pena.

 

BYRON BAY

 

Recebemos via Instagram algumas dicas de lugares para visitar em Byron Bay, porem uma delas me chamou bastante atenção, Broken Heads, pesquisei algumas fotos do lugar e me apaixonei de primeira por lá e decidimos seguir o caminho em direção a ela.

 

Chegamos no local em que o Google apontava como sendo a praia de Broken Heads, a praia era linda, bem extensa porem diferente do que eu tinha visto nas fotos. Acabamos ficando um pouco para surfar e relaxar, depois do almoço descobrimos que estávamos na praia errada (acabamos abrindo o Maps de novo para pesquisar melhor) vimos que a verdadeira Broken Heads fica escondida por uma trilha dentro do National Park um pouco mais a frente dessa praia principal.

 

Pegamos as coisas e fomos fazer a trilha que dá acesso à praia, a trilha dura em cerca de 20 minutos e é bem íngreme, então não desista de chegar até o final por que vale o suor.

Agradeço muito quem me passou essa dica, foi a praia mais bonita que visitamos desse lado da Austrália, sem dúvidas! Já no topo da trilha você fica boquiaberto com o visual da praia e ao terminar a descida você fica ainda mais encantado com a beleza do lugar.

 

A praia rola algumas ondas então tinham alguns surfistas locais, alguns hippies e poucos turistas. Passamos o resto do dia aproveitando o lugar, a praia é linda cercada por pedras e água cristalina.

Se eu tivesse que escolher um lugar para voltar dessa trip, uma das minhas principais escolhas seria Broken Heads.

 

 

GOLD COAST

 

Minha expectativa por Gold acabou não sendo a que eu esperava, como já tinha ouvido muito falar sobre a cidade eu criei uma imagem totalmente diferente da que eu encontrei. Na verdade, como a cidade estava lotada por conta do ano novo e acabamos pegando muito transito e lugares quase impossíveis para estacionar na hora de visitar as praias acabei criando um bode maior. 

 

O primeiro dia que visitei o dia estava nublado e com muito vento. Foi quase impossível de aproveitar as praias. Então resolvemos fazer um passeio mais turístico, fomos visitar o mirante bem em frente a praia de Snapper Rocks, um pico super conhecido dos surfistas e também visitamos a praia de Coolangatta, a praia em si é linda e fiquei bem chateada do tempo não ter colaborado. 

 

No segundo dia que estivemos por Gold fomos pela manhã para a Natural Bridge, um parque nacional com uma trilha que leva para um semi caverna com cachoeira e também uma ponte de arvore natural, o local é bem bacana, tinham vários turistas visitando porem é proibida a entrada na água.

Pós almoço partimos para Surfes Paradise, impossível estar por ali e não visitar esse point. A cidade é bem praiana, as praias bem movimentadas e ótimas para surf (o nome já diz). Passamos o resto do dia todo aproveitando a praia e o lucas aproveitou para velejar de kite, já que o vento nesse dia estava bombando.

 

foto acervo

 

A segunda parte da viagem fomos até whitesundays, mas essa eu conto no próximo post.

E se quiser sentir um pouquinho dessa trip assista o vídeo abaixo com um pouco de nossas aventuras por lá

 

 

Please reload

Paulistana, apaixonada pela natureza, esportes radicais, viagens e bem-estar.

Por aqui um pouquinho do meu mundo e de tudo que amo.

Espero passar essa energia boa e inspirar a ter uma vida mais leve.