O que fazer em Huaraz, Peru: 5 lagunas e trilhas no Parque Nacional Huascarán

Neste mês fiz a minha primeira viagem de mochilão e também a primeira vez que fiz uma trip de trilhas de aventura.

Quando essa viagem surgiu eu não sabia o que esperar e o que encontrar pelo caminho, seria tudo novidade para mim e estava mega ansiosa. Acabei fazendo uma pesquisa no Google dos lugares que iria visitar e fiquei maravilhada com a beleza natural das montanhas, por mais que tivesse as dificuldades das trilhas aquela imagem tirou todos os meus medos, sabia que não seria fácil mas fiquei feliz por poder vivenciar tudo aquilo pela primeira vez.

A viagem em si durou 9 dias, contando com alguns dias em LIMA (roteiro em seguida) e 6 em Huaraz fazendo trilhas e posso dizer que neste poucos dias muitas coisas aconteceram, foram dias de muita superação, auto conhecimento, descobertas e lugares incríveis.

COMO CHEGAR:

Nosso destino escolhido foi Huaraz, ficamos 6 dias na cidade e de lá mesmo saímos para fazer as trilhas. Fizemos no total 5 trilhas e 1 dia de descanso na cidade.

Para chegar foi bem fácil, pegamos um ônibus de Lima que vai direto até a cidade e tem duração de 8h

È possível fazer sua compra e reserva online no site BusBud.com, e a companhia que fechamos foi a Linea e achei o serviço e acomodação muito boa.

Dica: Compre sua passagem no ultimo horário de saída do Ônibus 22h30, dessa forma você vai a viagem dormindo e chega ao amanhecer em Huaraz.

E para seu conforto compre as poltronas maiores, faz muita diferença e elas são mega confortáveis. O valor é um pouco mais caro mas vale a pena.

DICA: Para comprar passagens com preços diferenciados e programar sua trip baixe o app SkyScanner usando o link abaixo:

https://share.iflx.co/5abd1b17aadc5a6f791a81a5/skyscanner-influencers

HOSPEDAGEM:

Em Huaraz fechamos nossa hospedagem no Akilpo Hostel e foi uma ótima escolha.

A localização é boa, não fica no meio do centro da cidade, mas fica em um local bem movimentado e próximo de alguns comércios.

Fomos muito bem atendidas, os meninos do Hostel sempre bem educados e prontos para ajudar com as trilhas e informações da cidade.

Os quartos são bem organizados e limpos e tem a opção de alguns quartos privados ( quarto que ficamos) esses quartos possuem banheiro exclusivo o que senti que fez muita diferença, já que todos os hospedes chegavam no mesmo horário das trilhas e os banheiros compartilhados ficavam cheios.

A área comum era bem organizada, com alguns jogos, computadores e cozinha.

O que eu mais gostei no Akilpo Hostel é que você já conseguia fechar todas as trilhas com eles direto, precisava fazer isso no dia anterior até a noite. Eles também possuem alguns tours exclusivos como a trilha da Laguna 69 (Panorama) é uma rota feita somente por eles, mais longa porem mais bonita.

Super indico o Hostel como hospedagem na cidade.

RESTAURANTES:

No peru a gastronomia é super conceituada e em Huaraz por mais que a cidade seja pequeninha você encontra algunas restaurantes que são super gostosos tambem.

Tem alguns que são locais onde você come a comida peruana mesmo, porem quando fiz uma pesquisa dos lugares para visitar vi em diversos lugares para tomar muito cuidado nos locais onde você come. O ideal para comer um prato típico peruano é em LIMA ou nos lugares mais conhecidos.

Dessa forma acabamos indo em alguns restaurantes variados e foi ótimo, encontramos uma Vila no meio da avenida principal com diversos restaurantes super gostosos e com preço bacana.

Não chegamos a comer em todos os restaurantes mas o que fomos comemos super bem.

- Trivio: Bem Gostoso e valor ótimo. No almoço tem a opção de prato executivo que é bem servido e ainda acompanha entrada e sobremesa. Gostamos e voltamos outra vez para jantar.

- Landauro

Lá são servidos os tradicionais cafe da manhã Americano, pão queijo e presunto, panquecas e ovos. Uma delícia.

- Encuentro restaurant: Na mesma vila de restaurantes que encontramos, bem aconchegante, comida saborosa, porem o valor um pouco mais alto que o trivio.

- Mercado da cidade é a melhor opção e custo beneficio, íamos abastecer nosso estoque para as trilhas e também nosso jantar de alguns dias que fizemos no próprio Hostel para economizar dinheiro e vale super a pena compras as coisas lá do que deixar para comprar nos locais onde o tour para antes das trilhas, os valores são bem mais caros.

- Para a trilha: atum, água, bolacha, barrinha de cereais, Red Bull, sanduíche natural e coisas leves.

DINHEIRO:

Essa dúvida é muito comum, quanto levar de dinheiro para uma trip dessas? Tudo depende da quantidade de dias que você vai ficar e também quantas trilhas e quais pretende fazer:

- Levei do Brasil 400 reais e fiz o cambio no próprio aeroporto, lá a taxa é um pouco maior mas valeu a pena ter um pouco de dinheiro em mão assim que chegasse. Depois troquei o restante em LIMA.

- Desbloqueie seu cartão de débito e crédito internacional que vai te salvar e ajudar caso precise.

- Em Huaraz tem diversos bancos e caixas eletrônicos que é possível tirar dinheiro na hora e ele já sai convertido e em Soles. (facilitou muito a minha vida) mas para isso você precisa ter seu cartão desbloqueado.

- Existe também uma casa de cambio no centro da cidade de Huaraz para trocar dinheiro. Não indico levar reais para trocar na cidade porque alguns lugares podem não aceitar, o dólar é mais garantido que consiga trocar lá. Esse problema já não existe nas cidades grandes como LIMA que troca real numa boa.

- No total dessa viagem tive um gasto com comida, hotel, trilhas, e outras despesas no valor de 1.800 aproximado, tirando o valor da passagem.

INTERNET:

Assim que desembarquei em Lima comprei um chip local da Claro no próprio aeroporto. Lá mesmo tem um quiosque, porem lá eles vendem apenas 1 tipo de plano que é de Internet Ilimitada 4G e eles programam pela quantidade de dias que você vai passar no país.

Como não sabíamos se teríamos tempo para ir em outro local comprar acabamos fechando lá mesmo e pagando bem caro pela internet.

O valor do chip não foi barato, total de 77 dólares internet ilimitada, 4G e ligações.

O 4G funcionava muito bem em todos os lugares, não tive problema algum com sinal e inclusive em algumas partes da montanha ele recebia sinal também. Funcionava melhor do que a minha internet no Brasil.

Porem o valor que pagamos foi muito alto e indico vocês a procurarem um lugar que consiga ver outros planos mais em conta e que valha mais a pena.

MALA:

- Mochilão 20l para trilha

- Mochilão 70l

- Casaco Impermeavel

- Calça Impermeavel

- Camiseta e Calça 2 pele

- Camiseta de algodão para cada dia

- Calça de Ginastica

- Gorro

- Tênis/ Bota de trilha

- Polainas e meias Longas

- Cachecol

- Protetor Solar e labial

- Remédio para dor de cabeça

- Carregador Portatil

- Gopro e Celular

- Lenços Umidecidos

- Redbull (me ajudou muito nas subidas)

O QUE FAZER:

Se aventurar definitivamente!! Huaraz é a cidade que fica próxima de diversas trilhas e lugares incriveis para visitar. Eu não tinha ideia do quanto esses lugares eram maravilhosos e isso acabou me animando muito a fazer até as trilhas mais difíceis.

São diversas opções e você escolhe os tours de acordo com a quantidade de dias que vai ficar pela cidade e também sua habilidade em treckking, existem aquelas trilhas mais longas que você passa dias na montanha e acampa (de 3 até 11 dias) e tem as que fizemos, que tinham duração de 1 dia apenas, com saída e retorno a Huaraz no mesmo dia.

Fizemos no total 5 trilhas e foram as seguintes:

Pastorini Glacier

Valor 60 Soles - 30 Trilha + 30 fee de entrada

Trilha Leve/ Moderada

40 minutos de trilha / 5.000m

Fizemos essa trilha no mesmo dia que chegamos de LIMA, a saída dela é mais tarde (9h00) então conseguimos conciliar.

É uma trilha considerada leve por ter pouco tempo de caminhada e subida, são 40 minutos no total de subida, porem é uma das trilhas mais altas, você chega a 5.000m.

A van sai do proprio hostel e por cerca de 2h você chega no ponto inicial da trilha, durante o caminho a van para por 15 minutos em alguns pontos turísticos para fotos. Quando chega no ponto inicial a van fica estacionada e você começa a caminhada até o topo, nesse ponto você tem a opção de contratar a subida com cavalos, muita gente optou por essa opção por não estar disposto ou cansado ou simplesmente por querer subir mais fácil do que ir andando. Essa opção você paga na hora 10 soles.

Optei por ir caminhando e senti muita dificuldade logo no inicio, como era nosso primeiro dia em Huaraz e já fomos fazer o passeio acabei não dando tempo do meu corpo acostumar com a altitude e acabei sentindo muito na hora da subida. Meu corpo ficou mole, quase não sentia minhas pernas, respiração ficou difícil e tive leves sentimentos de desmaio. Neste momento mastiguei a Folha de Coca que eles indicam para estabilizar a altitude e continuei meu caminho bem devagarinho, parava algumas vezes e continuava. No meio da trilha indo devagar quase parando a folha fez efeito e voltei a ficar bem e disposta, ainda bem, e continuei mais rápida do que estava e consegui terminar a trilha e chegar ao topo.

Quando cheguei foi uma emoção sem tamanho, a vista era linda e ainda estava nevando!! Foi a primeira vez que vi neve na minha vida então aquele sentimento de siiimm eu consegui e siiiim eu vi neve foi ainda mais forte e emocionante.

Paramont - Lake Páron

Valor 60 Soles

Trilha Moderada

3h de subida + 2h de descida / 4.200m

Segundo dia e segunda trilha, neste dia fizemos a trilha do Lake Páron e era uma das trilhas que eu mais esperava fazer, já tinha visto alguns relatos e algumas fotos no Google e já estava encantada com a beleza do lugar, chegando lá foi muito mais do que imaginava.

A saída para a trilha é no próprio Hostel as 5 da manhã, de lá o ônibus leva cerca de 3h até chegar no ponto inicial da trilha, já na chegada você é surpreendido totalmente e é até inacreditável que um lugar daquele exista de tão bonito. A harmonia da cor da lagoa com as montanhas e a neve é uma coisa de outro mundo! Com toda certeza um dos lugares mais bonitos que eu já visitei na vida.

Começamos a subir pela trilha, uma subida entre pedras e escaladas e considerada moderada, não senti muito a altitude nessa subida, porem senti muito as minhas pernas, principalmente as minhas panturrilhas.

No meio do caminho o guia faz uma parada de 20 minutos em um mirante para ver a vista e fazer uma foto típica do local.

A Subida continua e quando você chega no topo seu esforço é totalmente recompensado, é lindo de ver!

No topo da montanha ficamos cerca de 40 minutos, tempo suficiente para fazer um lanche e uma pausa e recuperação para descer a trilha.

A descida na minha opinião foi bem tranquila com algumas partes escorregadias.

Se você for a Huaraz precisa colocar essa trilha no roteiro.

Laguna Shallap

Valor 150 Soles

Trilha Leve/ Moderada - sem guia

4h de caminhada - 8h total de trilha / 4.250m

Esse foi o dia que eu mais andei na minha vida, foram no total 40mil passos e uma distância de 25km.

Queríamos fazer uma trilha mais leve nesse dia para poder de alguma forma descansar, essa trilha é considerada leve por ser plana, porem é muito longa. Fechamos um carro (taxi) direto no hostel no valor de 150 soles e poderiam até 4 pessoas no carro, esse motorista leva até o ponto inicial da trilha e espera no mesmo lugar até você retornar e a trilha você faz sem guia.

O caminho é bem demarcado então não tivemos complicações até chegar na lagoa, fizemos o caminho bem devagar então durou cerca de 4h de Ida.

A Lagoa não é das mais bonitas, mas o caminho todo é maravilhoso. Tem um rio que acompanha você do inicio ao fim, muita natureza, animais e um visual lindo.

Indicaria fazer essa trilha somente se você tiver um dia vago no seu roteiro.

Laguna Churup

Valor 130 Soles

Trilha Moderada - sem guia

3h de subida + 3h de descida / 4.500m

Encontramos o Paraíso!! Esse sem dúvidas foi o dia que mais ficou marcado na minha memória por diversos motivos. A Trilha é bem ingrime do inicio ao fim, subida e mais subida até o final da caminhada com alguns pedaços de escaladas em pedras e dificuldade moderada.

É uma trilha que muitos fazem e não tem a necessidade de guia, você pode ir sozinho e os locais são bem demarcados.

Porem descobrimos que existem dois jeitos de chegar até o topo da Lagoa, o caminho que fizemos foi bem desgastante e algumas partes bem críticas e difíceis, tiveram vários momentos que tivemos que escalar algumas pedras escorregadias e também alguns pedaços próximos a cachoeira que eram bem apertados e uma subida bem complicada. Todo esse esforço no final valeu a pena, pois a chegada é inacreditável.

Ao chegar no topo encontramos com alguns outros turistas que nos avisaram de um outro caminho que eles subiram, que não tinha escalada de pedra, era somente um caminho ingrime e bem mais fácil!! Descemos por ele e realmente tem muita diferença!!! Não encontramos o ponto exato que a trilha se divide, mas sei que é bem no meio do caminho onde tem um pedaço que continua subindo pela esquerda e um outro para a direita, fomos pela direita.

O visual desse lugar é magico, chegamos no topo exaustas e ficamos por alguns minutos sentadas no topo admirando a beleza do lugar, sem realmente acreditar no que estávamos vendo.

É difícil achar palavras para descrever um lugar desse, mas parece que tudo ali estava em harmonia, as cores, o sol, as pedras, montanhas, neve, água cristalina nas cores azul e verde e a cachoeira: definitivamente o paraíso.

Ficamos na lagoa por quase 2h, no nosso dia nem 20 pessoas estavam no local o que deixa o lugar ainda mais gostoso de desfrutar, só você e a paisagem.

Indico muito fazer essa trilha, precisa estar no seu roteiro de Huaraz.

Laguna 69 - Panorama

Valor 120 Soles

Trilha Moderada

4h trilha / 8h total / 4.700m

A Laguna 69 é a mais conhecida em Huaraz, porem esse tour Panorama é feito somente pelo nosso Hostel, Akilpo.

O tour sai com uma van privada do hostel as 3h da manhã sentido Parque Nacional Huascarán e por volta de 6h da manhã a Van chega no ponto inicial da trilha, neste momento é servido um café da manhã (única trilha com cafe incluso) enquanto você admira a paisagem maravilhosa do nascer do sol nas Cordillera Branca, neste ponto é possível ver a montanha mais alta do Peru, o nevado Huascarán (6.768m).

A trilha é longa com algumas descidas e subidas mas o guia vai acompanhando o ritmo das pessoas e vai bem devagar, então é super possível. Nesse trajeto andamos cerca de 1h30 até encontrar o caminho da Laguna 69 original, neste ponto você já esta mais cansado do que os outros que acabaram de começar a trilha então lembre-se de se Hidratar e ir no seu tempo.

O caminho da Laguna 69 tem algumas subidas rochosas e encostas e no treck você passa por paisagens muito bonitas com lagoas e montanhas.

Senti muito cansada na parte final do Treckking, já na ultima subida para a Laguna 69, tive que ir bem devagar e dar algumas paradas para beber água e respirar. O legal dessa lagoa é que por ser uma das mais famosas muita gente faz o treckking com você e eles te ajudam, estimulam ou descansam juntos e isso faz com que você não desista.

Já no finalzinho da trilha você começa a ver uma cor absurdamente Azul no meio da neve e começa a ficar mega empolgada, o cansaço que estava vai embora e até o passo você acelera. A Laguna é realmente muito bonita, a cor azul parece tinta e o visual todo uma pintura.

No panorama ainda inclui uma subida no Mirante da Laguna 69 , você pode optar por ficar na lagoa esperando ou subir com o Guia por mais 30 minutos.

Eu quase não fui no mirante, porque estava muito cansada, mas acabei indo e ainda bem que fui!! A vista do topo é ainda mais bonita.

E esse foi o meu roteiro de Huaraz e se você tiver qualquer duvida ou quiser mais informação sobre as trilhas pode me mandar mensagem por Instagram ou por aqui que vai ser um prazer responder vocês.

Assista o Vlog no canal para sentir um pouquinho desse paraíso

Espero que Gostem, Nina

@ninanhaia

Sobre

Paulistana, apaixonada pela natureza, esportes radicais, viagens e bem-estar.

Por aqui um pouquinho do meu mundo e de tudo que amo.

Espero passar essa energia boa e inspirar a ter uma vida mais leve.

Se quiser conversar, tirar dúvidas ou me mandar perguntas, estou à sua espera logo aqui: ninanhaia@gmail.com

Contato
Posts Recentes
Procurar por tags
Arquivos

Nina Anhaia - Viagens

Dicas de Viagens, GoPro e dia a dia

Siga-me
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle